31/08/2020 11h00min - Cone-Sul
um ano atrás

Sanesul conclui a estação de tratamento de esgoto em Laguna Carapã


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Naviraí Notícias


ETE Laguna Carapã está concluída; ela recebe o esgoto doméstico dos imóveis da cidade para tratamento. (Foto: Ascom Sanesul)

 

A Sanesul concluiu a construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) em Laguna Carapã, com capacidade de tratar 10,5 litros por segundo de esgoto bruto. A estrutura já está em funcionamento recebendo os efluentes domésticos.

A estação foi ponta pé inicial da implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário no município. A Sanesul busca a universalização do sistema nos municípios onde opera, e em Laguna Carapã não é diferente. A meta é manter a gestão de qualidade do fornecimento de água e expandir gradativamente a coleta e tratamento de esgoto em todo Mato Grosso do Sul.

Junto com a ETE, foram feitos 10,6km de rede coletora de esgoto e 372 ligações domiciliares na região central da cidade e uma parte na Vila Sossego. Também fazia parte dessa etapa, a construção de duas estações elevatórias e emissário final. Esse pacote de obras de implantação do sistema custou R$ 4,1 milhões de reais em recursos da própria empresa.

 

VEJA AS OBRAS E ESTRUTURAS DA SANESUL EM LAGUNA CARAPÃ

Novas obras - Em breve, uma segunda grande etapa de obras do sistema de esgotamento sanitário deve começar, são as redes de coleta e ligações que estão previstas no Programa Avançar Cidades. O recurso já está garantido e aguarda licitação para 29,8 km de rede, 1.160 ligações e mais duas elevatórias. Os recursos do Avançar Cidades são investidos cem por cento no esgotamento das cidades de MS.

Resumo de investimentos - Nos últimos cinco anos, em Laguna Carapã, o Governo do Estado por meio da Sanesul, tem investindo cerca de R$ 11,1 milhões de reais em recursos próprios integralmente nos sistemas de água e esgoto do município.

A Estação de Tratamento de Esgoto é a unidade operacional do sistema de saneamento que recebe os efluentes do esgoto doméstico dos imóveis e devolve tratado para a natureza.

Os perigos dos efluentes serem descartados no meio ambiente sem o devido tratamento afetam diretamente o solo, a água e a saúde humana, provocando doenças. A função das ETEs é reduzir os impactos ambientais que poderiam ser causados sem o devido tratamento, e o cenário ideal é que todas as cidades tenham coleta e tratamento universalizados.

Sobre o Programa Avançar Cidades - Na primeira etapa do Programa Avançar Cidades, que ocorreu em 2018, 16 municípios de Mato Grosso do Sul foram contemplados com o montante de R$ 190 milhões.

Em setembro de 2019, mais 16 cidades assinaram contratos do Programa, num total de R$ 119 milhões em investimentos.

Em 2020, a Sanesul tem novo grupo com mais 14 cidades que receberão recursos para implantação ou ampliação do sistema de esgotamento sanitário, no total de R$ 136 milhões. Laguna Carapã é uma das cidades deste grupo. (Texto: Ascom Sanesul).

 

Fonte: Ascom Sanesul



•  navirai noticias •  site •  naviraí


Últimas Notícias
Geral - 04/12/2021 21h23min
Cassilândia e Itaporã dcidem o título estadual
Geral - 04/12/2021 20h02min
Homem é enterrado vivo pelos colegas de trabalho
Geral - 04/12/2021 19h01min
Na era dos pontos corridos, Fortaleza é o primeiro nordestino na Libertadores
Geral - 04/12/2021 17h55min
Homem é enterrado vivo por ‘colegas’ de trabalho em cidade de MS
Geral - 04/12/2021 17h40min
Estagiário de banco é preso pela PF ao fazer saques e furtar auxílios emergenciais de clientes em MS
Geral - 04/12/2021 16h26min
Polícia prende 4 pessoas e recupera 350 quilos de carne
Geral - 04/12/2021 15h28min
Vídeo mostra jovem deitando em rua antes de acidente
Geral - 04/12/2021 15h23min
Mega-Sena deve pagar hoje prêmio de R$ 16 milhões